trab_1_bovino_de_leite_376451498516329.pdf (625.89 kB)
0/0

Zoneamento Bioclimático para Vacas Leiteiras no Rio Grande Do Sul

Download (625.89 kB)
journal contribution
posted on 08.08.2017 by Larrissa Ribeiro Rodrigues, Zanandra Boff de Oliveira, Amanda Azevedo, Bianca Motta Dolianitis

O presente estudo teve como objetivo de estabelecer o zoneamento bioclimático para vacas leiteiras no Estado do RS a partir do Índice de Temperatura e Umidade (ITU). O estudo foi realizado em 27 municípios do Estado, contemplando as sete mesorregiões (Centro Ocidental, Centro Oriental, Metropolitana, Nordeste, Noroeste, Sudeste e Sudoeste), para os quais foi calculado o ITU a partir de dados de temperatura média compensada (TMC) e umidade relativa compensada (URC), referentes ao período compreendido entre 1961 e 1990, disponíveis no site do INMET. Dentre os modelos avaliados (gaussiano, esférico e exponencial), o modelo esférico foi o que melhor ajustou à semivariância experimental observada para o ITU, que apresentou dependência espacial com correlação significativa negativa entre os valores de altitude. O ITU foi superior a 70 (alerta) em dezoito municípios dos vinte e sete avaliados, nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, chegando ao valor máximo de 75,2, em uma pequena faixa de municípios situados na região sudeste, com altitude de até 100 m. A espacialização do ITU nas diferentes regiões, pode ser usada como um indicativo para caracterizar o conforto térmico das vacas leiteiras no Rio Grande do Sul, servindo como base para estudos mais específicos que indiquem práticas de acondicionamento térmico animal.

History

Licence

Exports

Logo branding

Licence

Exports