resumoexpanacleto_490441498599812.pdf (590.13 kB)
0/0

Estudo bioclimatológico de doenças respiratórias em Manaus (AM) – Casos de Asma e Pneumonia

Download (590.13 kB)
journal contribution
posted on 07.08.2017 by Anacleto Marito Diogo, Marcelo Henrique Favacho de Souza, Ricardo Ferreira Carlos de Amorim, Dagmer Patrícia Miguel Cauende
Este trabalho tem como objetivo estudar a bioclimatologia de doenças respiratórias em Manaus (AM), surtos endêmicos de asma e pneumonia, no período de 1998-2007. Os dados foram obtidos no Instituto Nacional de Meteorologia – Banco de dados meteorológicos (BDMET). Os dados mensais de asma e pneumonia foram obtidos no Departamento de Informática do SUS (DATASUS), na sessão Informações em Saúde – Epidemiologias e Morbidade, Sub-Sessão – Geral por Local de Internação. As variáveis meteorológicas Temperatura (Máxima e Mínima), Precipitação e Umidade Relativa do Ar, foram correlacionadas com os casos de asma e pneumonia, buscando uma correlação entre as mesmas. A série de dados analisadas totalizaram dez anos (1998 – 2007). No caso de asmas verificou-se valores baixos de correlações da asma e as variáveis meteorológicas abordadas nesta pesquisa, destacando-se uma correlação forte entre a asma e a temperatura máxima no valor de 0,80 e 65% entre asma e temperatura mínima, valores representativos para esse tipo de estudo. As correlações entre a pneumonia com as variáveis meteorológicas apresentaram correlações baixas e uma correlação inversa com a umidade relativa do ar. No geral observou-se correlações, apesar de não serem consideradas representativas sob o ponto de vista estatístico, quando comparadas as variáveis meteorológicas. Exceto a umidade relativa que no geral mostrou ser inversa ao número de ocorrências de pneumonia. As temperaturas máximas e mínimas apresentaram correlações acima de 39%, consideradas um resultado satisfatório.

History

Licence

Exports

Logo branding

Categories

Licence

Exports