resumo_lucas_sbbiomet_(correcao_pedida_pelo_site)_final_519461498608921.pdf (378.9 kB)
0/0

Comportamento ingestivo de vacas de raças zebuínas em sistema de Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF) no Cerrado

Download (378.9 kB)
journal contribution
posted on 07.08.2017 by Lucas Antônio Mazocco, Ana Clara Barbosa de Souza, Karine Aparecida Rodrigues de Souza, Isabel Cristina Ferreira, Álvaro Moraes da Fonseca Neto, Concepta Margaret McMannus Pimentel

Avaliou-se o comportamento ingestivo de vacas da raça Gir e mestiças em áreas com e sem disponibilidade de sombra. O estudo foi conduzido no Centro de Tecnologias em Raças Zebuínas Leiteiras (CTZL) da Embrapa Cerrados (15°S). Oito vacas da raça Gir e oito mestiças (Girolanda - 1/2 Gir ½ Holandês) foram distribuídas inteiramente ao acaso em duas áreas de pasto, sendo uma com disponibilidade de sombra e outra sem. Por meio da observação direta, foram quantificadas as atividades de pastejo, ruminação, ócio, consumo de água e concentrado. Modelos lineares generalizados foram utilizados para testar os efeitos do tipo de ambiente, raça e interações. A comparação das médias foi obtida pelo teste de Tukey (5%). Em ambos os tratamentos o tempo de pastejo não foi significativo. Na sombra, os animais apresentaram maior tempo (P < 0,05) de ruminação e ingestão de concentrado. As vacas mantidas em ambiente sem disponibilidade de sombra apresentaram maior tempo (P < 0,05) de ingestão de água e permanência em ócio. As vacas Gir passaram menor tempo em pastejo e maior tempo em ócio quando comparadas às Girolandas. Conclui-se que a ausência de sombra provoca alteração no comportamento ingestivo de vacas Gir e Girolando.

History

Licence

Exports

Logo branding

Licence

Exports