analise_bioclimatica_para_a_producao_de_aves_de_corte_em_diferentes_municipios_do_rs_519531498347509.pdf (632.75 kB)
0/0

Análise Bioclimática para a Produção de Aves de Corte em Diferentes Municípios do RS

Download (632.75 kB)
journal contribution
posted on 01.08.2017 by Clarissa Moraes da Silva, Zanandra Boff de Oliveira, Tiago Tondolo Link, Rosana Santos de Moraes

No presente estudo objetivou-se realizar a análise bioclimática para a produção de aves de corte em diferentes municípios do Rio Grande do Sul. Para isso, foram utilizados os dados de temperatura média compensada (TMC) e umidade relativa compensada (URC), para o período de 1961 a 1990, disponíveis no site do INMET, para: Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Guaporé, Lagoa Vermelha, Passo Fundo, Santana do Livramento, São Gabriel e Uruguaiana. Os valores do Índice de Umidade e Temperatura (ITU) calculados foram confrontados com os valores de conforto, conforme cita a literatura. Nas três primeiras semanas de vida dos animais, prevaleceu o ITU inferior ao de conforto, já a partir da terceira semana, imperou o ITU superior ao de conforto. O ITU ficou na faixa de conforto durante quatro meses do ano para a criação de aves com uma, duas, três e seis semanas de vida e, cinco meses do ano para a criação de aves com quatro e cinco semanas de vida. Assim, o presente diagnóstico indicou, para o RS, a necessidade de modificações no ambiente, tanto de aquecimento quanto de resfriamento, para atender as exigências térmicas das aves de corte em diferentes idades.

History

Licence

Exports

Logo branding

Licence

Exports